Referência de agilidade, inovação e pioneirismo

Bandeira do Governo do Estado de São Paulo

Diminuição dos congestionamentos com a redução do tráfego de caminhões na Região Metropolitana de São Paulo, economia de tempo e combustíveis, com consequente queda de 6 a 8% na emissão de poluentes. Esses são alguns dos benefícios de uma das obras mais aguardadas do país, o Trecho Norte do Rodoanel Mario Covas. Previsto para ser aberto ao tráfego em 2019, com 44 quilômetros de extensão no eixo principal, passa pelos municípios de São Paulo, Arujá e Guarulhos, e mantém uma ligação exclusiva de 3,6 quilômetros com o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A via fará confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães (SP-332), enquanto que no Trecho Leste a intersecção será feita com a Rodovia Presidente Dutra (BR-116). Terá quatro faixas de rolagem por sentido entre o Rodoanel Oeste e a Rodovia Fernão Dias (BR-381) e três faixas de rolagem no trecho entre a Fernão Dias (BR-381) e a Via Dutra (BR-116). Em sua totalidade, o Trecho Norte terá sete túneis e 107 obras de arte especiais: 44 pontes e 63 viadutos.

Para saber mais sobre o Rodoanel, clique aqui

Rodoanel Mario Covas
Trecho Oeste do Rodoanel Mario Covas

Obra de grande complexidade, o Rodoanel Mario Covas foi especialmente projetado para tornar o trânsito da cidade de São Paulo mais ágil, eliminar o tráfego pesado de cargas de passagem e deixar a cidade mais livre para os transportes coletivo e individual.

O trajeto total é de 176,5 quilômetros no entorno da Região Metropolitana de São Paulo, servindo como interligação com as rodovias estaduais e federais e desviando grande parte do trânsito das Marginais Tietê e Pinheiros.

Imagem do Rodoanel com veículos

Pela primeira vez, a DERSA está empregando em uma de suas obras o SMA (Stone Mastic Asphalt): pavimento asfáltico de origem alemã que oferece mais conforto e segurança aos motoristas, além de ter maior durabilidade