Travessias
Acessibilidade A+ A- C

DERSA sedia reunião entre Internacional Marítima e sindicato dos marítimos

Encontro realizado na sede da Companhia colaborou para a etapa de entendimentos entre empresa operadora das Travessias e seus profissionais

São Paulo, 4 de julho de 2017 – A DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A  recebeu na manhã desta terça-feira, 4, representantes do Sindicato Nacional dos Mestres de Cabotagem e dos Contramestres em Transportes Marítimos (Sindmestres) e da Internacional Marítima, empresa contratada que opera os serviços das Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo. O objetivo foi colaborar com as tratativas sobre o reajuste salarial dos profissionais que atuam nas embarcações de transportes de passageiros e de veículos.

O diretor-presidente do Sindmestres, Valter Martins Ramos, o diretor-presidente da Internacional Marítima, Luiz Carlos Fernandes, e seu diretor, Kleber Bluhm, foram recebidos pelo diretor de Operações da DERSA, Nilson Baroni, pelo chefe de gabinete, Paulo Marino Lopes, e pela chefe de Departamento Trabalhista, Cristiane Gomes Calil. O papel da Companhia na reunião foi recepcionar e acompanhar as negociações, mas sem qualquer tipo de interferência em relação ao futuro acordo entre a contratada e seus funcionários.

Entre os temas tratados na reunião, foi ressaltado que o prazo do contrato com a Internacional Marítima acaba em outubro e, portanto, a discussão salarial será mais adequada após o término do certame licitatório, que permitirá a possibilidade de criar um novo contrato.  Os representantes da DERSA esclareceram que o processo licitatório abrange também a mão-de-obra dos marítimos e que não haverá redução dos salários, independentemente do resultado da nova licitação. A empresa vencedora terá a obrigação de honrar os salários atuais. Este é um compromisso a ser firmado pela DERSA no edital de licitação.

Para o chefe de gabinete da DERSA, Paulo Marino Lopes, o encontro foi produtivo e mostrou a ambas as partes o caminho ideal para que se chegue a um consenso sobre a questão salarial dos marítimos que operam nas Travessias Litorâneas.  De acordo com o diretor-presidente da Internacional Marítima, Luiz Carlos Fernandes, houve avanços na negociação com o sindicato, o que significa disposição de dialogar. “Isso naturalmente nos leva a crer que podemos chegar a um denominador comum”, afirmou. O diretor-presidente do Sindmestres, Valter Martins Ramos, disse que o diálogo foi positivo e que ainda há muito a ser feito pelo salário dos trabalhadores.