Travessias
Acessibilidade A+ A- C

DERSA investe na renovação de motores para as embarcações das Travessias Litorâneas

Investimento superior a R$ 8 mi feito pelo Governo do Estado permitirá substituir equipamentos atuais por novos e mais modernos

São Paulo, 3 de agosto de 2017 – A DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A  renovou o estoque de motores e peças para serem utilizados nas embarcações das Travessias Litorâneas. O investimento do Governo do Estado foi de R$ 8,2 milhões, aplicados na aquisição de 26 novos kits de motores, peças sobressalentes, caixas reversoras e hélices.

Por meio de processo licitatório, a empresa vencedora foi a sueca Scania, que forneceu motores eletrônicos no modelo DI9-070M, um dos mais modernos e potentes do mercado, mais econômicos e com baixa emissão de poluentes.

Os novos equipamentos serão instalados de forma gradativa. Ao todo, são oito motores de 250 HP, que equipam embarcações menores, e dezoito motores de 350 HP, para as de maior capacidade.

As primeiras unidades já foram instaladas nos ferryboats FB-28, que opera na Travessia Santos/Guarujá, e FB-30, da Travessia São Sebastião/Ilhabela. Ambos estão em fase final do processo de reforma e modernização, com previsão de retorno ainda neste mês.

As duas embarcações retornarão com quatro conjuntos de motores e reversores novos cada uma, além de uma série de melhorias e remodelações. O investimento do Governo do Estado é de R$ 2,7 milhões no FB-28 e de R$ 2,9 milhões no FB-30.

Modernização da frota

Em 2016, a DERSA já havia adquirido 20 novos motores, caixas reversoras, peças e hélices, com investimento de R$ 9,4 milhões. Desde o início do ano passado, a Companhia entregou 15 embarcações totalmente remodeladas, com recursos de R$ 34,8 milhões.

O Programa de Modernização das Travessias Litorâneas, iniciado em 2011, já investiu R$ 309 milhões nos oito serviços administrados pela DERSA, o que resultou em aumento de 30% na capacidade operacional de todo o sistema. Em 2017, os investimentos chegarão a R$ 20,7 milhões na reforma e modernização de sete ferryboats.